30 de março de 2017

“Cases e inovações para a máxima produção e performance econômica” | 17 e 18 de maio

CURSO DE CUSTOS, PERDAS E GESTÃO INDUSTRIAL

17 | Maio | 2017 | Sertãozinho-SP

PROGRAMA:

  • Gerenciamento de Perdas no Processo Industrial – Pontos Relevantes e Controles

Fernando Cullen Sampaio, Diretor da FCS Engenharia

  • Gestão da Rotina no controle das perdas Industriais

Junior Cesar dos Santos,Gerente de Processos Industriais e Qualidade, Cofco Agri

  • Indicadores e Custos na Área Industrial

Eder Adriano da Paz, Gegis

  • Abordagem dos custos da Indústria

Haroldo Torres – CBCA / Pecege

  •  Gestão Industrial, Quem Faz a Diferença?

Luiz Antonio Magazoni, Diretor Agroindustrial da Usina São Domingos

  •  Maximização do Uso dos Ativos Industriais Visando Maior Rentabilidade do Negócio Sem CAPEX 

Rogério Perdoná, engenheiro eletricista especialista em otimização industrial

  •  Case Guarani/Vertente – Aplicação de Otimizador Em Tempo Real para Controle de Processos

Alexandre Jardim, diretor industrial da Tereos Guarani

  • Como integrar as áreas agrícola e industrial visando matéria-prima mais limpa e de melhor qualidade

Nadir Caetano Jr., consultor associado Pró-Usinas

Inscrições em conteudo.prousinas.com.br/cursos-sinatub

 

CURSO DE DIVERSIFICAÇÃO E MÁXIMO APROVEITAMENTO AGROINDUSTRIAL

18 | Maio | 2017 | Sertãozinho-SP

PROGRAMA:

  •  Melhorando o Desempenho Agroindustrial do Setor Sucroenergético para Redução da Área Plantada

– Planejamento estratégico da produção agrícola
– Melhorias no planejamento operacional
– Melhorias nas eficiências e rendimentos da Agroindústria
Luiz Paulo Sant’anna, CEO da CEVASA

  • Possíveis utilizações do Biogás e do Biometano a partir da biodigestão da vinhaça, na visão do Grupo São Martinho (GSM)

– Possíveis rotas para a produção de biogás e biometano
– O que o GSM está avaliando em termos dos reatores anaeróbicos para a produção de biogás
– O que o GSM está avaliando em termos dos sistemas de desulfurização de biogás
– O que o GSM está avaliando em termos da purificação do biogás para a produção de biometano
Guilherme Barretto do Livramento Prado, Assessor de Tecnologia do Grupo São Martinho – Corporativo

  •  Panorama dos Desafios Técnicos e Econômicos para Produção de Etanol Celulósico no Brasil

José Maria Morina Dias, diretor da Abengoa Bioenergia

  •  USINA FLEX 360 – Inovações que Fazem da Usimat um Case de Lucratividade com Etanol de Cana e Cereais

Vital Nogueira, gerente industrial da Usimat – Campos de Júlio (MT)

  •  Aproveitamento da palha de cana: Desafios e Benefícios

Francisco Linero – CTC

  •  Estratégias de Diversificação que Estão se Firmando nas Usinas como Tendências no Médio e Longo Prazo?

Dario Costa Gaeta, CEO da Tietê Agroindustrial (Proterra)

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Investimento | Inscrição

R$ 780,00 por curso
Descontos especial de 20% para participação de mais de uma pessoa da mesma empresa no mesmo curso. Ou 20% de desconto para quem participar dos dois cursos.

ASSOCIADO CEISE TEM MAIS 15% DE DESCONTO

Inscrições em conteudo.prousinas.com.br/cursos-sinatub

30 de março de 2017

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *